quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

E para te causar ainda + ciúmes

Teus olhos trazem prados
duma verdura sem fim:
são Primavera florida
pela chuva no capim

Teus olhos de verde pinho,
viçosos como os de ninguém,
são a seiva pró caminho
e a raiz que faz refém.

1 comentário:

Rute Rockabilly disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.